Universidade e desenvolvimento local: o caso do aglomerado produtivo de base artesanal

Gustavo Melo Silva, Jânio Caetano de Abreu, Bezamat de Souza Neto

Resumo


Este artigo propõe reflexões sobre a interação entre universidade e sociedade em prol do desenvolvimento local, especificamente a partir de empreendimentos de base artesanal (EBA) que não fogem à lógica de mercado e coexistem em espaços dinâmicos e interativos, inclusive entre a universidade e a economia na busca constante de eficiência econômica e eficácia coletiva. Os EBA’s também têm de se adaptar e inovar em ambientes dinâmicos e competitivos do mercado globalizado. Essa produção é uma alternativa para ocupação e inserção da força de trabalho humano na sociedade moderna. A realidade do segmento de base artesanal e tradicional analisada neste artigo está localizado geograficamente na microrregião de São João del-Rei do estado de Minas Gerais, sendo que nosso foco de análise é a interação dos EBA’s com a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Para a compreensão da realidade da interação da Universidade com a rede de EBA’s em prol do desenvolvimento local, o presente artigo utiliza como estratégia   todológica uma perspectiva descritivo-analítica, tendo em vista trazer à tona a descrição das características específicas dessa relação. Nossa conclusão a partir dessa realidade empírica é que a universidade está proporcionando para o desenvolvimento local o aprimoramento de uma estrutura setorial em rede de empreendedores de base artesanal, que viabiliza a certificação dos produtos de base artesanal e proporciona de forma compartilhada a construção social do mercado local.

Palavras-chave


Desenvolvimento local. Universidade; Empreendedorismo. Produção Artesanal. Interação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.