Custo aluno dos cursos de Ciências Contábeis do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB)

Danilo Gomes Ornelas, Fátima de Souza Freire, Glauber de Castro Barbosa

Resumo


O estudo de custos públicos é justificado em razão da necessidade de ampliação do debate das políticas públicas e da sustentabilidade econômica das universidades públicas brasileiras. A análise dos custos gerados pelas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) possibilita ao gestor tomar decisões quanto aos valores a ser alocados nas principais ações da educação superior: ensino, pesquisa e extensão. O ensino a distância é uma modalidade relativamente nova no País, por isso os estudos realizados para mensurar os custos nas IFES focaram cursos presenciais de graduação. O presente trabalho tem o objetivo de calcular o custo do aluno médio padrão, médio real e de evasão anual dos cursos de Ciências Contábeis ofertados no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). O referido sistema engloba a oferta de cursos na modalidade de Ensino Superior a distância. A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) foram escolhidas porque são as únicas ins  tuições públicas a ofertarem, na modalidade a distância, o curso superior em Ciências Contábeis no Brasil, no âmbito do Sistema UAB. A análise compreendeu os períodos de 2008 a 2010, e constatou-se que as instituições apresentaram custos de evasão elevados, em especial a UFSC. Enquanto o custo médio padrão anual ficou em R$ 1.539,33, o custo médio real anual chegou a R$ 3.096,00, e o custo médio de evasão, em R$ 1.556,67.

Palavras-chave


Custo aluno. Universidade Aberta do Brasil. Curso de Ciências Contábeis

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.