Competências Empreendedoras em Núcleos de Associativismo: Um Estudo nos Núcleos Setoriais Brasileiros da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú em Santa Catarina

Lúcia Natália Borges Laste, Fernando César Lenzi, Ivan de Souza Dutra, Mônica Maier

Resumo


A Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú – ACIBALC pratica o associativismo por meio dos Núcleos Setoriais brasileiros desde a sua fundação, em 2002 e, atualmente, estão em atividade os núcleos automotivo, informática, farmácias magistrais, mulheres empreendedoras e moveleiro. Com a pesquisa objeto deste estudo, buscou-se desenvolver um levantamento de competências dos empreendedores que participaram desse movimento como forma de analisar as suas ações desenvolvidas na empresa e atribuídas a sua origem com a participação nos nucleos setoriais. Os dados foram obtidos por meio de uma pesquisa quantitativa e descritiva composta de amostras não probabilísticas, numa população considerada de 45 empreendedores, em que foram aplicados dois questionários nos meses de abril e maio do ano de 2010, respondidos por empreendedores presentes nas reuniões dos núcleos. Dos resultados evidenciados, ressaltou-se que as Competências Empreendedoras estão mais presentes nos empreendedores do núcleo de informática  destacando-se ações de persistência, comprometimento, busca de informações e independência e autoconfiança. Também pode-se considerar que a participação em núcleos setoriais é de grande valia aos empreendedores. A sua participação faz com que ocorram mudanças na maneira como o empreendedor faz a gestão e lidera sua empresa, assim como pode gerar tanto mudanças na parte física da empresa e nos colaboradores, quanto economicamente. É possível constatar, por meio deste estudo, que a participação não deixa o empreendedor isolado, e sim que o faz estar em aproximação com outros empreendedores, o que gera troca de experiências e informações, criando parcerias e gerando oportunidades, o que leva ao desenvolvimento de competências empreendedoras. Quando o empreendedor passou a participar do núcleo, apenas a sua presença durante as reuniões propiciou mudanças em sua postura empresarial, com alteração de alguns costumes e quebras de paradigmas estratégicos. Houve ações de rede e cooperação identificadas que apontam pa a indícios de elementos pró-associativismo, e que sugerem novos estudos. Os resultados da pesquisa se restringem apenas a amostra, não podendo generalizar os resultados. Dessa forma, é possível replicar o método em outros ambientes com características semelhantes, incrementando e comparando os resultados. A partir da análise e considerações feitas neste estudo, sugere-se para novas pesquisas um estudo sobre como melhorar o comportamento empresarial dos empreendedores que participam dos núcleos setoriais, devido às melhorias significativas que isto pode causar, bem como analisar com investigações mais profundas se as ações por competências empreendedoras mais estimulam ou inibem o associativismo.

Palavras-chave


Associativismo. Empreendedorismo. Núcleos Setoriais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.