Transformação social, democracia e cultura de empresa — o caso português no contexto de crise europeia

Elísio Estanque

Resumo


A temática da cultura de empresa na sociedade portuguesa serve de ponto de partida, no presente texto, para uma reflexão mais abrangente sobre a sociedade portuguesa e as tendências de transformação socioecônomicas na Europa ao longo das últimas décadas. Uma das linhas de preocupação prende-se com a necessidade de conjugar a coesão da sociedade, a mudança e a inovação tecnológica. Por outro lado, as condições de trabalho e os mecanismos de diálogo são discutidos em articulação com a dimensão conflitual inerente à estrutura do capitalismo moderno. Assim, o conflito, a negociação e a inovação constituem ingredientes que terão de se conjugar no quadro de um projeto de modernização que vise o equilíbrio e o bem-estar geral. O caso da empresa Autoeuropa (do grupo Volkswagen) é abordado à luz do paradigma ‘político-cultural’, apresentando-o como um exemplo que tem conseguido conciliar o estímulo à produtividade com a defesa dos valores democráticos e dos mecanismos de diálogo.

Palavras-chave


Cultura de Empresa. Crise. Autoeuropa. Trabalho. Negociação. Democracia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.