A hipótese de eficiência de mercado e a performance dos fundos de ações brasileiros

Marcus Vinicius de Oliveira e Silva, Marcos Roberto Gois de Oliveira

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar a performance dos fundos de ações brasileiros referenciados ao Ibovespa, abrangendo o período de janeiro de 2000 a março de 2007. Essa avaliação foi feita pela ótica do investidor, tendo como referência as premissas da Hipótese de Eficiência de Mercado (HEM). Os resultados apontaram que os fundos passivos tiveram desempenho inferior ao Ibovespa, enquanto os fundos ativos conseguiram rendimentos próximos ao Ibovespa. Os resultados dos fundos passivos e ativos apresentaram desempenho próximo ao que seria esperado, de acordo com a HEM, quando considerados os custos envolvidos. Ao mesmo tempo, os fundos ativos alavancados apresentaram rendimentos notadamente superiores ao do Ibovespa, ficando em desacordo ao que se poderia esperar pela HEM e pelos níveis de risco apresentados.

Palavras-chave


Mercado Eficiente. Séries Temporais. Testes de Hipótese. Avaliação de Performance de Fundos de Ações

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.