Planejamento estratégico e gestão familiar em empresas paulistanas

Marilia Branquinho, Maximiliano da Silva Ribeiro, Pedro Rehem Santana, Tito Olavo Pereira Dancuart, Victor Souza, Adriana Beatriz Madeira, Luciano Augusto Toledo

Resumo


O estudo do planejamento estratégico em micro e pequenas empresas de gestão familiar é importante devido à representatividade das empresas desse porte para a economia do Brasil: 98% das empresas são classificadas como micro e pequeno porte e 72% delas apresentam gestão familiar. Este trabalho objetivou identificar como ocorre o planejamento estratégico neste tipo de empresa, assim como avaliar a influência da gestão familiar na adoção ou não do planejamento estratégico. Com este intuito, foi utilizado o estudo de casos múltiplos com quatro empresas de micro e pequeno porte de diferentes setores. Os resultados alcançados através da análise dos dados obtidos por meio das entrevistas e o referencial teórico mostram que todas as empresas pesquisadas fazem uso de partes do planejamento estratégico consciente ou inconscientemente. O grau de formalização é diretamente influenciado pela gestão familiar. Cada empresa apresenta peculiaridades, variando de acordo com o nível de profissionalização da estrutura da empresa, o tempo de mercado e do estilo do gestor. Este estudo apresenta os benefícios que podem ser gerados pela formalização e utilização das ferramentas do planejamento estratégico.

Palavras-chave


Planejamento Estratégico. Gestão Familiar. Empresas de Micro e Pequeno Porte

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.