Qualificação e salário do trabalhador no segmento moveleiro do município de Arapongas – Paraná

Darli Gonçalves Cordeiro, Paulo Mello Garcias

Resumo


Este artigo investiga a qualificação da mão de obra e sua influência nos salários dos trabalhadores das empresas de grande e médio porte que compõem o segmento moveleiro do município de Arapongas, no estado do Paraná, trazendo a caracterização do polo moveleiro desse município. Apresenta breve histórico desse segmento, bem como traça o perfil dos trabalhadores das empresas de acordo com sexo, salário, instrução, tempo de serviço e idade. Estabelece, ainda, comparação entre o perfil dos trabalhadores e o salário, de forma a analisar a associação existente entre eles. Os resultados mostram diferenças entre os trabalhadores das empresas quanto ao nível de instrução e ao tempo de serviço dos coordenadores e supervisores e dos empregados na função operacional, funções diretamente vinculadas às atividades de produção, as quais determinam a qualidade do produto final. A análise da relação entre salário e qualificação, considerando o conjunto de todas as funções dos trabalhadores nos dois tipos de empresas, indica qu  a escolaridade e a experiência dos trabalhadores afetam sua remuneração. Tendo como referência a Teoria do Capital Humano e focalizando a qualificação dos trabalhadores das empresas grandes e médias do segmento moveleiro de Arapongas, observa-se que as variáveis instrução, tempo de serviço e idade estão intimamente associadas, além de definirem a qualificação e experiência dos trabalhadores e serem determinantes nos diferenciais de salário.

Palavras-chave


Indústria moveleira. Trabalhador. Salário. Qualificação. Tempo de trabalho. Idade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.