Grounded Theory: avaliação crítica do método nos estudos organizacionais

Kátia Regina Hopfer, Sandra Mara Maciel-Lima

Resumo


O presente artigo visa explorar a aplicabilidade da Grounded Theory nas pesquisas em administração a partir do ponto de vista crítico-analítico. Realizou-se um rastreamento na base de dados Business Source Elite (BSE), no Portal da Capes e nos Anais do Encontro Nacional da Associação de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (EnANPAD), de artigos publicados entre 2000 e 2006, que afirmam utilizar o método no desenvolvimento das suas pesquisas. Nesta periodicidade foram encontrados artigos com pesquisa específica na área de administração apenas em 2006, por este motivo foram analisados sete artigos. Os artigos selecionados utilizam a Grounded Theory geralmente associada a outros métodos de pesquisa e assim, não seguem todas as etapas previstas pelo método. A Grounded Theory mostra-se como uma abordagem intersubjetiva, pois mesmo iniciando no extremo subjetivismo da fase inicial de Glaser e Strauss, as etapas do método levam a uma tentativa de objetivação dos dados para dar conta de construir uma explicação do fenômeno.

Palavras-chave


Grounded Theory. Pesquisa Qualitativa. Pesquisas em Administração

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.