As melhores práticas de estratégia: o caso da Nintendo Co.

João Benjamim da Cruz Júnior, Marcelo Zepka Baumgarten, Maurício Fernandes Pereira

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar as melhores práticas de estratégia desenvolvidas pela empresa Nintendo Co. e o respectivo impacto destas no desempenho da empresa no setor de jogos eletrônicos. Para tanto, realizouse uma busca de informações em entrevistas, informes oficiais da empresa, periódicos especializados no setor e mesmo análise observacional por parte do autor, visto que é consumidor dos produtos e entusiasta do setor há quase 20 anos. Os argumentos teóricos deste trabalho buscaram revelar a importância da estratégia no desempenho e nos resultados de uma empresa, tendo como base o caso Nintendo Co. Os resultados ajudaram a confirmar esta hipótese, uma vez que a Nintendo Co. encontrava-se em crise e perdendo espaço no setor de jogos eletrônicos havia aproximadamente dez anos, tendo retornado à liderança de mercado após reformulação de suas estratégias de ação. Dentre as principais contribuições deste artigo destacamse a confirmação da eficácia da implementação da Estratégia do Oceano Azul como a alternativa ao modelo de posicionamento de Porter (1986), além de uma análise, sob o ponto de vista da estratégia e do mercado, sobre a indústria mundial dos jogos eletrônicos.

Palavras-chave


Nintendo. Estratégia. Oceano Azul. Inovação. Videogames

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.