Política de dividendos e seus fatores determinantes: evidenciando a ausência de consenso teórico-empírico

Joséte Florencio dos Santos, Kécia da Silveira Galvão

Resumo


Este estudo tem como objetivo resgatar discussões que versam sobre a política de dividendos e seus fatores determinantes, destacando a falta de consenso existente com o intuito de estimular a reflexão e o debate sobre o tema. Para isso, por meio do levantamento bibliográfico de estudos anteriores, foram adotadas duas perspectivas de compreensão: a perspectiva da relação entre o pagamento dos dividendos e o valor da empresa; e a perspectiva dos fatores que influenciam a decisão de pagamento de dividendos. São observadas as teorias mais relevantes de dividendos e resultados empíricos, como os trabalhos seminais de Lintner (1956), Gordo (1959) e Miller e Modigliani (1961), e estudos mais atuais, como os de Al-Najjar (2009) e Décourt e Procianoy (2012). Com isso foi possível realizar uma análise temporal, acompanhando as mudanças nas sociedades empresárias, uma análise regional, observando a variação dos achados em relação aos países, e uma análise referente à preferência de gestores e acionistas, ratificando a a ência de consenso e necessidade de amadurecimento metodológico e de continuidade das investigações sobre o assunto.

Palavras-chave: Política de Dividendos; Fatores Determinantes; Teoria de Dividendos.

 

Abstract

This study aims to redeem discussions that deal with the dividend policy and its determinants, emphasizing the lack of consensus, in order to stimulate reflection and debate on the matter. Therefore, two perspectives of understanding were adopted: the perspective of the relationship between the payment of dividends and the value of the company, and the perspective of the factors that influence the decision to pay dividends. The most relevant theories observed were of dividends and empirical results with the seminal work of Lintner (1956), Gordo (1959) and Miller and Modigliani (1961) and more recent studies such as Al-Najjar (2009) and Décourt and Procianoy (2012). It was then possible a temporal analysis following the changes in entrepreneurial companies, a regional analysis observing the variation of the results in relation to countries, and an analysis regarding the preference of managers and shareholders, confirming the lack of consensus and the need for methodological maturity and continuity of research the subject.

Keywords: Dividend Polices; Determinants; Theory of Dividends.


Palavras-chave


Política de Dividendos; Fatores Determinantes; Teoria de Dividendos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.