Diferença de reconhecimento profissional entre homens e mulheres: comparação entre Brasil e Noruega

Fernando Machado, Liliane Santa Barbara dos Santos Sato, Luciana Carpes, Anay Ribeiro de Mello, Fernando Henrique Socher, Nancy Malschitzky

Resumo


Este estudo trata sobre a diferença de reconhecimento profissional percebida pelas mulheres no Brasil em comparação com as na Noruega, explorando as causas e consequências dessa desigualdade. Para isso, buscaram-se referências teóricas que contextualizam as culturas local e organizacional desses países, bem como a conceituação de gênero e reconhecimento profissional. O procedimento de pesquisa utilizado foi a aplicação de questionários, a fim de analisar os processos, atividades, comportamentos, remuneração e reconhecimento, em amostra formada por mulheres em colocações profissionais similares no Brasil e na Noruega. Destaca-se o resultado mais relevante, isto é, de que o entendimento da valorização das mulheres no mercado de trabalho nesses países é distinto, e que é necessário o amadurecimento do mercado de trabalho brasileiro e desenvolvimento de políticas internas de incentivo à equidade de gêneros.

Palavras-chave


Mulher. Trabalho. Valorização. Cultura. Organizacional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.