A vulnerabilidade externa da economia brasileira: um estudo sob o enfoque das questões tecnológicas, produtivas e comerciais

Fábio Tadeu Araújo, Christian Luiz da Silva

Resumo


Este artigo trata da dinâmica da globalização em seus aspectos ligados à economia real, enfatizando os âmbitos tecnológico, produtivo e comercial. O objetivo é avaliar a vulnerabilidade externa da economia brasileira no período de “Brasil Real”. Para tanto, é elaborado um estudo histórico da internacionalização do capital, incluindo os aspectos e fragilidades desse processo. O presente trabalho evidencia que a defasagem tecnológica, engendrada na década de 1980, levou o parque produtivo brasileiro ao sucateamento, ocasionando uma perda de competitividade de seu mercado em relação ao de outros países e expondo o país a flutuações da economia mundial, como aquelas decorrentes das crises econômicas dos países emergentes na segunda metade da década de 1990.

Palavras-chave


Vulnerabilidade externa. Globalização. Estrutura produtiva. Sucateamento tecnológico. Fragilidade comercial

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.