O Movimento de Capitais Externos e o Crescimento Econômico

Gerson Lima, Patrícia A. Hartmann

Resumo


A oferta de divisas no mercado brasileiro de câmbio tem sido particularmente afetada pela entrada de capitais externos, atraídos pela taxa de juros oferecida no mercado financeiro nacional. O influxo de capitais causa, portanto, a valorização do real. Como conseqüência, ocorre um déficit em transações correntes, ou seja, uma entrada de poupança externa. Estes capitais externos poderiam ser utilizados na importação de máquinas e equipamentos para promover o crescimento do país. Neste trabalho investigou-se a hipótese de que existiria uma relação positiva entre o total da poupança externa e a taxa de crescimento do PIB do Brasil. A conclusão geral é que não se encontraram evidências de que, na sua totalidade, a entrada de capitais externos no Brasil promova o crescimento econômico.

Palavras-chave


Capitais externos. Déficit externo. Crescimento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.