IMPACTO DOS EFEITOS EL NIÑO E LA NIÑA SOBRE O SETOR AGRÍCOLA BRASILEIRO: UMA ANÁLISE DE INSUMO-PRODUTO

Luana Las Schaab

Resumo


A agricultura brasileira é um dos setores mais importantes para o país. Fatores climáticos são determinantes para o setor agrícola, que possui sua estrutura produtiva afetada decorrente de alterações agrometerológicas. O objetivo do estudo consiste em verificar os efeitos sobre a agricultura brasileira decorrente das anomalias registradas dos efeitos El Niño e La Niña. A relação da anomalia e agricultura verifica-se a partir das culturas de inverno, que apresentam resultado negativo da anomalia sobre o valor da produção, e para as culturas de verão, com resultado positivo. A soma do impacto obtida a partir da relação entre o efeito da anomalia e a quantidade produzida e multiplicada pelo valor da produção de cada estado brasileiro e Distrito Federal é o valor do choque a ser dado sobre a demanda total na matriz de usos de insumo-produto em relação ao setor agrícola para o Brasil. Observou-se que os impactos econômicos provocados pelo choque no setor agrícola transbordam para outros setores do país. Portanto, incentivos à verificação de anomalias climáticas no setor agrícola brasileiro podem gerar maior aproveitamento  produtivo sobre efeitos El Niño e La Niña.


Abstract
Agriculture is one of the most important sectors for Brazil. Climatic factors are determinant for the agricultural sector, which has its productive structure affected due to agrometerological alterations. The objective of this study is to account for the effects on Brazilian agriculture that  stems from the anomalies registered in the El Niño and La Niña effects. Due to the relation of the anomaly with the quantity produced, the negative effect on the value of products was verified in the winter crop, and the effect in the summer crop was. The sum of the impact obtained from the relation between the effect of the anomaly and the quantity produced and multiplied by the production value of each Brazilian state and Federal District is the value of the shock to be had on the total demand in the matrix of Input-Output in relation to the agricultural sector for Brazil. It was observed that the economic impacts caused by the shock in the agricultural sector overflow to other economic sectors of the Country. Therefore, the incentives to verify climatic anomalies in Brazilian agricultural sector can generate greater productive use over El Niño and La Niña effects.

Keywords: Agriculture. Input-Output. El Niño. La Niña


Palavras-chave


Agricultura. Insumo-Produto. El Niño. La Niña

Texto completo:

PDF

Referências


BELLATO, M. A.; FONTANA, D. C. El niño e a agricultura da região Sul do Brasil. EMBRAPA, 2011.

BERLATO, M.A.; FARENZENA, H.; FONTANA, D.C. Associação entre El Niño Oscilação Sul e a produtividade do milho no Estado do Rio Grande do Sul. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 40, n. 5, p. 423-432, 2005.

BOULANGER, J.P.; MARTINEZ, F.; SEGURA, E. C. Projection of future climate change conditions using IPCC simulations, neural networks and Bayesian statistics. Part 1: Temperature mean state and seasonal cycle in South America. Climate Dynamics, v. 27, n. 2-3, p. 233-259, 2006

CONAB – Companhia Nacional de Abastaecimento. Acompanhamento Safra Brasileira de Grãos. V. 2 - Safra 2014/15, n. 9, p. 1-104 - Nono levantamento. Brasília, 2015.

COSTA, L. M. da; SILVA, M. F. de O. A indústria química e o setor de fertilizantes. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, p. 12-60. Rio de Janeiro, 2012.

COSTA, C. C. da; GUILHOTO, J. J. M. Impactos socioeconômicos mensurados pela matriz de insumo-produto. Conceitos e avanços da instrumentação para o avanço da agricultura. Embrapa, 1ed, v. 1, p. 389-412. Brasília, 2014.

COSTA, C.C.; GUILHOTO, J.J.M.; IMORI, D. Importância dos setores agroindustriais na geração de renda e emprego para a economia brasileira. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 51, n. 4, p. 787-814, 2013.

CLIMATE PREDICION CENTER. Description of changes to Ocean Niño Index (ONI). NOAA/National Weather Services. Última modificação em 16/06/2015. Disponível em: http://www.cpc.ncep.noaa.gov/products/analysis_monitoring/ensostuff/ONI_change.shtml. Acesso: dez./2017.

FAGUNDES, M.B. A Influência do enos no cultivo de soja no oeste do Rio Grande do Sul. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 42p., 2008.

FONTANA, D.C. e BERLATO, M.A. Influência do El Niño Oscilação Sul sobre a precipitação pluvial no Estado do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v.5, n.1, p.127-132, 1997.

GUILHOTO, J. M. Análise de insumo-produto: teoria e fundamentos. Caderno didático. Piracicaba: ESALQ-USP, 2004.

GUILHOTO, J. J. M. et al. Estimação da Matriz Insumo-Produto a Partir De Dados Preliminares das Contas Nacionais [Estimation of input-output matrix using preliminary data from national accounts]. University Library of Munich, Germany, 2005.

GRIMM, A.M.; Guetter, A.K.; Caramori, P.H. El Niño no Paraná: o que se pode esperar em cada região. Uma análise científica. SIMEPAR - Informativo, n.1, 1997.

GUJARATI, Damodar N.; PORTER, Dawn C. Econometria Básica. The McGraw-Hill Brasil, 2011.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PAM – Produção Agrícola Municipal, 2015. Consultado em 24 de Novembro de 2015. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/66/pam_2015_v42_br.pdf

ISDR, U. N. UNISDR. Terminology on disaster risk reduction. Geneva, Suíça, 2009.

GUILHOTO, J.; FILHO SESSO, U.A. Estimação da Matriz Insumo-Produto Utilizando Dados Preliminares das Contas Nacionais: Aplicação e Análise de Indicadores Econômicos para o Brasil em 2005 (Using Data from the System of National Accounts to Estimate Input-Output Matrices: An Application Using Brazilian Data for 2005). Disponível em: https://www.mysciencework.com/publication/show/44afd3790b45cd62c3134066d40cb0c6. Acesso em: dez/2016.

Medeiros, R. M., de Brito, J. I. B., de Alcântara Silva, V. M., da Silva Melo, V., & da Costa Neto, F. D. A. El Niño/La Niña e sua influência no número de dias com chuva em Bom Jesus–Piauí, Brasil. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 11, n. 2, p. 16-23, 2016.

Ministério da Integração Nacional (BR), Proteção e Defesa Civil, Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres – CENAD: Publicado em 20/09/2012, última modificação em 20/05/2015. Disponível em: http://www.mi.gov.br/web/guest/defesa-civil/cenad/entenda-os-desastres.

NOAA - National Weather Services. Cold & Warm Episodes by Season. Climate Predicion Center. Disponível em: http://www.cpc.ncep.noaa.gov/products/analysis_monitoring/ensostuff/ensoyears.shtml. Acesso em: dez/2016.

PRELA, A. Influência dos fenômenos El Niño/La Niña na produtividade de trigo no estado do Paraná. Tese de Doutorado. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, 65p., Piracicaba, 2004.

Revista de Política Agrícola. Secretaria Nacional de Política Agrícola, Companhia Nacional de Abastecimento. Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 2004. Ano 1, n. 1. Brasília, DF, 1992.

ROPELEWSKI, C. F.; HALPERT, M. S. Precipitation patterns associated with the high index phase of the Southern Oscillation. Journal of climate, v. 2, n. 3, p. 268-284, 1989.

SALINI, M.F. A influência do fenômeno El Niño Oscilação Sul–ENOS (La Niña e El Niño) na ocorrência de inundações no Vale do Taquari–RS. 2012.

STUDZINSKI, C.D. Um estudo da precipitação na Região Sul do Brasil e sua relação com os oceanos Pacífico e Atlântico Tropical Sul. São José dos Campos, 1995. 79p. Dissertação (Mestrado em Meteorologia) - INPE, 11 de 11 1995.

RAO, V.B.; HADA, K. Characteristics of rainfall over Brazil, annual variation and correlation with the southern oscillation. Theoretical and Applied Climatology, Wien, v.2, p.81-91, 1990.

STUDZINSKI, C.D. Um estudo da precipitação na Região Sul do Brasil e sua relação com os oceanos Pacífico e Atlântico Tropical Sul. São José dos Campos, 1995. 79p. Trabalho de conclusão (Mestrado em Meteorologia) - INPE, 11 de 11 1995.

TACK, J. B., UBILAVA D. Climate and agricultural risk: measuring the effect of ENSO on US crop insurance. Agricultural Economics 46.2 (2015): 245-257.

ALBIERO, D. Petróleo na Agricultura – Petroquímica. Jornal Dia de Campo. Disponível em: http://www.diadecampo.com.br/zpublisher/materias/Materia.asp?id=26581&secao=Colunas%20e%20Artigos . Publicado em: 06 de Junho de 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.