Análise macroambiental do mercado de microgeração distribuída fotovoltaica no Brasil

André Tsuyoshi Hioki, Celia Regina Dias von Linsingen, Clodomiro Unsihuay Vila

Resumo


A expansão do mercado de energia solar fotovoltaica tem adquirido destaque nos últimos anos, principalmente devido a busca por energias renováveis, crescente adesão as práticas de environmental, social and governance (ESG) e transição energética visando a sustentabilidade. Esse crescimento tem atraído inúmeras empresas para a geração distribuída, mas parte delas desconhecem as tendências, características e tecnologias de mercado. Desse modo, o objetivo deste estudo é analisar o macroambiente do mercado de energia fotovoltaica no Brasil, uma etapa essencial para elaboração do plano de negócios e do plano de marketing. A partir da ferramenta metodológica PESTEL e com enfoque em sistemas fotovoltaicos de pequena escala (microgeração), a análise do mercado fotovoltaico foi realizada em seis variáveis macro: política, econômica, social, tecnológica, ambiental e legal. Tal análise mostra que este mercado possui bons incentivos governamentais, fiscais e regulatórios. Os avanços tecnológicos, o baixo impacto ambiental e a tendencia de queda dos preços dos equipamentos de energia solar fotovoltaica contribuem para um elevado crescimento do mercado de microgeração fotovoltaica no Brasil.


Palavras-chave


Energia Solar. Mercado Fotovoltaico. Microgeração Distribuída. Análise Macroambiental. Pestel.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.