Estilos de liderança entre docentes universitários: percepção dos alunos do ensino superior português

Maria Beatriz Bernardo Sousa, Pedro Miguel Alves Ribeiro Correia

Resumo


A temática da liderança, tem sido amplamente investigada a nível organizacional sendo comumente entendida como um fator essencial do sucesso das instituições. O objetivo do presente artigo é de estudar a liderança no contexto educacional, mais precisamente a nível das Instituições de Ensino Superior Portuguesas, com o intuito principal de identificar o estilo de liderança considerado predominante entre professores universitários naquela que é a perceção dos alunos. Para cumprir o objetivo proposto, o artigo inicia-se com uma revisão da literatura acerca da evolução da temática da liderança enquanto objeto de estudo. No entanto, a análise focalizou-se na vertente quantitativa obtida por meio da aplicação de um inquérito a 122 alunos de 8 diferentes Instituições de Ensino Superior Portuguesas. A recolha de dados efetivada permitiu compreender que na perceção dos alunos os docentes assumem, frequentemente, comportamentos típicos do estilo de liderança autocrático. Verificou-se ainda que os discentes apontam para a docência transformacional como aquela que permitiria obter níveis de desempenho mais elevados. No universo de estilos analisados, o estilo laissez-faire foi aquele que obteve uma representatividade mais baixa. Sublinhamos ainda que apesar das respostas apontarem no sentido do desejo de que seja adotado um estilo transformacional, os alunos consideram predominante a existência de um estilo autocrático.

Palavras-chave


Instituições de Ensino Superior. Liderança. Desempenho.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.